Cabeça dos Insetos
psy.jpg

SUTURAS E ANTENAS

1. Suturas: sulcos ou linhas que delimitam as áreas da cabeça

a) Epicranial: S. coronal +S. frontais
b) Pós-frontal: forma arco sobre ocelos
c) Epistomal ou clipeal: separa o clí­peo da fronte
d) Labro-clipeal: separa o clí­peo do lábio superior
e) Subgenais: próximas as articulações das mandí­bulas
f) Oculares e sub-oculares
g) Antenais e sub-antenais
h) Occipital: parte posterior da cabeça
i) Pós-occipital

2. Áreas da cabeça dos insetos

a) Fronto-clipeal
b) Parietais
c) Vértice ou Epicrânio
d) Genais
e) Sub-genais
f) Occipital e Pós-occipital

3. Apêndices

*Fixos: olhos simples e compostos
*Móveis: antenas e peças bucais

4. Antenas: em número de duas, formadas por artí­culos (antenômeros).

*Função sensorial: olfato, audição, tato e gustação

*Estrutura tí­pica: escapo (1º artí­culo), pedicelo (2º artí­culo) e flagelo (a partir do 3º artí­culo)

5.Tipos de Antenas:

a) Filiforme: tipo mais primitivo, antenômeros semelhantes em tamanho, ligeiramente alongados. Ex. Baratas.
b) Moniliforme: artí­culos arredondados em forma de contas de um colar. Ex. Cupins.
c) Clavada: apresenta engrossamento pouco pronunciado dos últimos antenômeros. Ex. Borboletas.
d) Capitada: Clava bastante dilatada. Ex. Alguns coleópteros.
e) Imbricada: artí­culos em forma de taças encaixadas umas nas outras. Ex. Calosoma sp. (Coleoptera)
f) Fusiforme: artí­culos dilatados medianamente com afinamento dos últimos antenômeros. Ex. Fam. Hesperiidae.
g) Serreada: antenômeros com espinhos em um ou ambos os lados. Ex. Buprestidae.
h) Denteada. Antenômeros com dentes arredondados. Ex. Elateridae.
i) Estiliforme: pequeno estilete na extremidade do flagelo. Ex. Diptera.
j) Plumosa: artí­culos circundados por inúmeros pelos dando a forma de pluma. Ex. Machos de pernilongos.
l) Flabelada: com expansôes laterais em forma de lâminas ou de folhas. Ex. Psygmatocerus wagleri (col.).
m) Setácea: antenômeros diminuem de diâmetro da base para a extremidade. Ex. Odonata.
n) Furcada: bifurcada como Ex. Machos de alguns microhimenopteros.
o) Pectinada: artí­culos com dilatação lateral alongada e algo fina dando a impressão de dentes de um pente. Ex. Machos de algumas mariposas.
p) Lamelada: dilatação nos três últimos artí­culos . Quando juntos formam uma bola. Ex. Scarabeidae.
q) Geniculada: flagelo faz ângulo com o escapo, lembrando um joelho. Ex: formigas
r) Aristada: flagelo globoso com uma única arista (pelo) Ex: mosca doméstica.
s) Composta: tipo composto de dois dos descritos acima. Ex: gení­culo- capitada dos curculioní­deos.

APARELHO BUCAL

Peças Bucais

a) Lábio superior: articulado ao clípeo, forma variável (quadrangular, retangular ou triangular).Função: manutenção dos alimentos na cavidade bucal.

b)Mandí­bulas: são duas e situam-se lateralmente na cavidade bucal. Função: cortar, perfurar, modelar e transportar, alem de defesa.

c)Maxilas: são duas e situam-se logo atrás das mandí­bulas. Função: sensorial, apreensão e transporte de alimentação. Apresenta-se segmentada

1. Cardo: peça de articulação c/ a cabeça

2. Estipe: serve de suporte a gálea, lací­nia e palpo maxilar.

d) Lábio Inferior: junção de duas maxilas nos artrópodes primitivos. Há homologia entre lábio e maxilas.Possui duas partes:

a)Pós-mento: submento+mento

b)Pre-mento: palpos labiais, glossas e paraglossas

e) Epifaringe: localiza-se na parte interna do labro. É uma dobra membranosa coberta de pelos. Função sensorial (gustativa).

f) Hipofaringe: inserida junto ao lábio inferior, estrutura esponjosa desprovida de pelos. Função gustativa.

Tipos de Aparelhos Bucais

a) Triturador ou mastigador: mais primitivo, apresenta todas as peças bucais, presente em 23 ordens.
b) Sugador Labial (picador-sugador): o lábio superior é normal. Lábio inferior transformado em tubo (haustelo, rostro ou bico), onde são alojadas as outras peças bucais transformadas em estiletes.

Estiletes = mandí­bulas, epi e hipofaringe. Função: sucção de alimentos.

c) Sugador Maxilar: as maxilas (gáleas) são modificada em tubo longo e enrolado (espirotromba). Demais peças atrofiadas.
d) Lambedor: lábio superior e mandí­bulas normais e o lábio inferior e maxilas são alongadas e unidos (órgão lambedor). As glossas são transformadas em língua para a retirada de néctar e apresentam extremidade dilatada (flabelo).

Direção das peças bucais:

a) Hipognata: peças bucais dirigidas para baixo e a cabeça é vertical em relação ao eixo do corpo. Ex. Gafanhoto.
b) Prognata: peças bucais dirigidas para baixo. Cabeça horizontal. Ex. Cupim, Carabidae.
c) Opistognata: peças bucais dirigidas para baixo e para trás. Ex. Percevejos.

Aparelho bucal em adulto e larvas

a) Menorrincos: sugador labial em ambas as fases
b) Menognatos: mastigador em ambas as fases
c) Metagnatos:

- Fase jovem :aparelho bucal mastigado
- Fase adulta :aparelho bucal sugador maxilar ou labial

Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License